segunda-feira, 12 de julho de 2010

você de volta.

Peguei o celular, e procurei seu nome na agenda. Liguei, esperando ouvir uma mensagem dizendo que aquele número não poderia receber ligações, mais ao invés disso ouvi o som do telefone tocar me desapontando e desliguei.
Eu nunca, nunca senti tanta a sua falta como agora. É como se você tivesse um lugar marcado aqui em mim, reservado especialmente pra você que me machucou muito quando eu tentei tampá-lo sem sucesso.
Eu não sei, talvez esteja realmente ficando louca, mais... eu parei de pensar em você por algumas semanas e acabei fazendo a maior besteira do mundo. Me desculpe por não ter atendido suas ligações a algum tempo atrás, mais eu realmente estava convencida de que seria melhor sem você, mais eu errei; e estraguei tudo, de novo.
Antes eu pensava ter apenas admiração pela história que nos construímos nesses 3 anos, mais talvez eu sinta mais por você do que eu mesma imaginava. Eu vou entender se for tarde demais, e se você não quiser mais atender as ligações que talvez eu faça. Acho que faria a mesma coisa...
Se me olhasse no espelho agora realmente não me reconheceria. Não pareço tão forte agora.
Me apaixonei pelo irmão da minha melhor amiga. Acho que não fui só eu que errei, ele não é e nunca foi melhor que você! Não me parece um milagre e muito menos uma coisa boa ter decidido de uma vez por todas desistir de você, mais desistir de te esquecer me parece a melhor coisa a fazer agora. Talvez eu erre, e estrague tudo outra vez, mais... é de você que eu sinto falta, e é você que eu quero agora. Me desculpe por tentar apagar você de mim. Eu sinto falta da sua voz me xingando no telefone e do seu jeito idiota e irritante que de algum jeito me fazia sorrir a noite.

a.g

1 Pessoas invadiram meus sonhos.:

Taah disse...

lindo demais seus textos *---*'

Postar um comentário